Filho de ex-prefeito de Cruzeiro é preso após 18 anos do assassinato de Renatinho

O filho do ex-prefeito de Cruzeiro, Fábio Antonio Guimarães, o advogado Rafael Turner Guimarães, 39 anos, foi preso na porta de sua residência no centro da cidade pela Polícia Militar que estava cumprindo mandado de prisão decreto pela justiça.
Na terça-feira (14) foi julgado o processo em São Paulo, onde Guimarães foi condenado a oito anos de prisão pelo homicídio de Jose Renato Rodrigues Novaes, (foto) que ocorreu no dia 03/10/1999, em frente ao Cruzeiro Futebol Clube, durante uma festa.
Em 2013 Rafael foi sentenciado por regime semiaberto por ter matado Novaes, onde foi condenado a 7 anos de prisão no regime semiaberto. Ele estava respondendo crime em liberdade e poderia recorrer da condenação.
O CASO:
Rafael Turner Guimarães, filho do ex- prefeito de Cruzeiro, Fábio Guimarães, na época com 21 anos, matou com um tiro José Renato Rodrigues Novaes, 19, depois de uma festa familiar.
Novaes era atirador do Tiro de Guerra em Cruzeiro e conhecido de Guimarães. O tiro acertou o braço e perfurou o tórax da vítima.
O homicídio aconteceu por volta das 2h30 de 03 de outubro de 1999 na rua Major Hermógenes, no centro, em frente do Cruzeiro Futebol Clube, onde acontecia a festa.
Segundo testemunhas, Guimarães se desentendeu com os primos de sua namorada antes do crime. Ele deixou a festa e voltou armado. Quando tentaram contê-lo, Guimarães acabou disparando.
“Ele estava se preparando para entrar na faculdade de direito”, lamentou o pai da vítima, José Renato Novaes Moraes.
Novaes recebeu os primeiros atendimentos ainda na rua. “Dois primos que estavam na festa são médicos e o atenderam, mas quando ele chegou à Santa Casa já estava morto”, disse Rui Moraes Novaes, tio da vítima.

Comentários