Pular para o conteúdo principal

Justiça poderá investigar casamentos realizados em cartório de cidade do Vale Histórico

O Cartório Souza Reis, em Barra Mansa, através do quinto Núcleo Regional da Corregedoria em Volta Redonda,iniciou ação para investigar possíveis casamentos ilegais realizados fora da cidade. A suspeita se deu após o número de tal registro civil realizado no cartório cair consideravelmente.
A substituta do cartório, Ana Cristina Reis Maciel, informou que a investigação foi despachada para a Diretoria Geral de Fiscalização e Apoio as Serventias Extras Judiciais da Corregedoria Geral da Justiça (DGFEX), no dia 18 de janeiro desse ano; e publicada no diário oficial dia 26 do mesmo mês. A corregedoria alegou possível fraude. Segundo ela, os casamentos de moradores de Barra Mansa estão sendo realizados no cartório de Bananal, onde o valor cobrado para a habilitação é menor.“O estado de São Paulo não deve recolher recursos para a corregedoria e por isso lá é mais barato. Mas as pessoas têm que se casar no local que moram”, acrescentou Ana.
De acordo com o também substituto do cartório Souza Reis, Carlos Eduardo Reis Maciel, as pessoas devem se habilitar no local onde elas moram, confirmando o seu endereço através do comprovante de residência. Se o casal residir em cidades diferentes, deve encaminhar um edital informando a realização do casamento em outra cidade. “O cartório tem que pedir o comprovante de residência e em Bananal eles não pedem o comprovante, a pessoa é quem declara o endereço”, completou Carlos, ressaltando que a fraude seria cometida pelos noivos, que assinam a declaração do cartório com os dados irregulares que eles mesmos informam.
O substituto do cartório de Bananal, Juliano Nogueira, relatou que eles realizam casamentos apenas dos moradores que residem na cidade e que o número desses casamentos é o mesmo desde a abertura do cartório. Ele disse que o valor cobrado para a realização da habilitação é tabelado, de acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo; e que eles encaminham porcentagens do valor cobrado para emolumentos do estado.
Com relação ao comprovante de residência, ele alegou que a lei não obriga a apresentação do comprovante, mas quando eles desconfiam, eles solicitam. “Desde que abrimos o cartório, o número de casamentos aqui é de 15 a 20 por mês. A lei diz que a pessoa tem que declarar o endereço, não diz que é obrigatório solicitar o comprovante de residência, mas quando a gente desconfia, a gente pede”, explicou Juliano.
O advogado Ângelo Cristiano Peixoto, explica que no Código Civil, a lei 10.406/2002, capítulo V, artigos 1.525 a 1.5232, impõem todas as normas para se realizar o processo de habilitação para o casamento e afirma que se a lei não veda, não é proibido. “O código civil diz que os editais precisam ser feitos na circunscrição das cidades que moram os nubentes. Entende-se então que os editais precisam estar registrados nas cidades que residem os casais, mas o ato civil pode ser realizado em outra cidade”, concluiu Ângelo.

Fonte: A Voz da Cidade

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeitura de Cruzeiro abrirá inscrições para processo seletivo

A PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO, Estado de São Paulo, com fulcro no disposto no artigo 37, inciso IX, da Constituição Federal e na legislação municipal pertinente, torna público a todos os interessados que se encontram abertas as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado de Provas e Títulos destinado a seleção de pessoal para o preenchimento das vagas existentes, daquelas que surgirem durante o seu prazo de validade e formação de cadastro de reserva, para contratação por tempo determinado, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), para o desempenho temporário das funções de Agente Social, Assistente Social, Auxiliar de Cuidador Social, Cuidador Social, Escriturário, Psicólogo e Servente.

A inscrição implicará a completa ciência e tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, sobre as quais não se poderá alegar desconhecimento, não cabendo recurso sobre eventuais erros cometidos pelo candidato no ato da inscrição. O candidato deverá certifi…

Melhor árbitro do Brasileiro garante: sua mãe é elogiada e fica orgulhosa

Foto: Reprodução/Sportv
Enquanto as mães dos árbitros sofrem com as reclamações dos torcedores contra seus filhos, o paulista Paulo Cesar de Oliveira garante que sua mãe é elogiada e fica orgulhosa com o trabalho do filho. Eleito o melhor do Brasileiro, Paulo César ainda lembrou que seu irmão, Luiz Flavio de Oliveira, também tem a mesma função e atua na Série A. - É a segunda vez que eu sou premiado, estive em outras votações também, já fui prata e bronze. Graças a Deus, nessa temporada, eu fiquei com o troféu. Minha mãe, dona Teresa, se sente muito orgulhosa de ter dois filhos e uma neta atuando na arbitragem, em alto nível. Então ela é agraciada três vezes e sempre muito elogiada - afirmou o árbitro, no "Bem, Amigos!". Paulo Cesar ainda elogiou o trabalho da Comissão de Arbitragem da CBF e afirmou que hoje existem menos reclamações no Campeonato Brasileiro. - Eu gostaria de compartilhar essa premiação com todos os oficiais de arbitragem que estão envolvidos nessa competição, à…

Prefeitura de Cruzeiro restabelece atendimento nas UBSs, ESFs e Laboratório Municipal

A Prefeitura de Cruzeiro, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), restabeleceu nesta quinta-feira, 9, o atendimento médico em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Equipes de Saúde da Família (ESFs), Laboratório Municipal e outros serviços de atenção básica à saúde. O Governo Municipal decidiu promover contratações para recompor o atendimento nas UBSs e ESFs, das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira. Foram contratados 15 enfermeiros e alguns médicos, além de especialistas em endocrinologia, cardiologia, neurologia, psiquiatria, dermatologia e otorrinolaringologia. As equipes atenderão também a zona rural da cidade.
A Secretária de Saúde, Ana Inês Chaves, disse que a Administração Municipal busca melhorar a assistência médica no município e cumprir todos os programas do Governo Federal, para os quais o município está habilitado. “Foi necessária esta contratação, já que os funcionários efetivos cumprem uma jornada de trabalho de seis horas por dia, não sendo o suficiente para ma…