Cruzeiro: Condominio pede ajuda antes que tragédia aconteça

Os moradores do condomínio EcovalLe localizado no bairro Pontilhão em Cruzeiro, as margens da rodovia Doutor Avelino Júnior (SP-052) estão solicitando da empresa Total Engenharia que de uma atenção especial aos condôminos.
Nossa reportagem esteve na quarta-feira (15) no residencial, onde pudemos ver a situação caótica que os moradores estão vivendo. Na terça-feira (14) uma forte chuva trouxe problemas ao moradores, como inundação de apartamentos, vazamento e desabamento de moro de contenção com o alambrado.



“Estamos pedindo a muito tempo que a Total Engenharia de uma atenção especial ao nosso condomínio. Já fomos atrás dos responsáveis dessa obra, que alegam que não existe problemas para serem solucionados. A água brota do chão, inunda os apartamentos, e perdemos o pouco que temos”, comenta uma moradora.
O forte odor de mofo pode ser sentido dentro e fora dos apartamentos, crianças brincam na água parada em um pequeno espaço de areia que seria utilizado para brincadeiras, mas o mato e a água parada não deixa.
“Essa caixa de areia trás doença aos nossos filhos, vocês podem ver a situação da mesma toda inundada e com muito mato. A tempo atrás uma criança se contaminou com uma água encanada que sai debaixo de um dos blocos, reclama um morador.
Segundo o morador o bloco citado é o mesmo que foi condenado pela defesa civil, e que os moradores continuam morando dentro.
“Estão esperando uma tragédia acontecer, para a Total Engenharia responsável pela manutenção tomar alguma atitude. Depois não precisa vir aqui para dar explicações dizendo que a empresa esta dando toda atenção as pessoas que sobreviveram e que irá custear os gastos fúnebres”, desabafa.
Em todos território que está localizado o residencial, nossa reportagem viu problemas que podem trazer sérios prejuízos aos moradores daquela localidade.
A vereadora Claudete Araújo (PV) esteve no local juntamente com seus assessores para ver o que pode ser feitos para sanar o problema existente no Ecovalle.
“Estamos aqui para atender as pessoas que moram no Ecovalle, como vereadora eu não somente posso procurar os órgãos competentes e solicitar que uma atitude seja tomada. Iremos procurar o proprietário da empresa, para ficarmos ciente sobre o que eles irão fazer para ajudar as pessoas”, comenta.
O dono da empresa Total Engenharia é secretário do planejamento da Prefeitura de Cruzeiro, e na data de ontem por várias vezes nossa reportagem tentou falar com o secretário mas não obtivemos respostas. Segundo informações Rodolfo Scamilla não foi trabalhar.
O vereador João Bosco (PR) também compareceu ao condomínio Ecovalle para conversar com os moradores e ficar ciente da verdadeira situação dos problemas que os moradores estão passando.
“Conversamos com a sub-sindica , que nos relatou os diversos problemas que o condomínio esta passando desde sua inauguração. A situação aqui em nosso ver é precária, os moradores precisavam ser atendidos com urgência”, comenta.
Outro problema que esta deixando os moradores chateados é a conta de água que em alguns apartamentos chega a $ 400,00 em uma casa de três pessoas.
“Outro dia fui na empresa Bandeirantes, queria saber o motivo que minha conta de luz estava vindo tão alta. Um técnico da empresa esteve em minha casa e constatou que uma fase de minha residência estava ligada no corredor do prédio. Por esse motivo que minha conta estava vindo tão alta. Os fios são coloridos, nada aqui é padronizado, pago minhas contas em dia e sou prejudicada por um trabalho mal feito”, comenta uma das moradoras.
Uma comitiva da prefeitura esteve presente no condomínio juntamente com a diretora do Fundo Social Hevelyn Sígolo que tomou ciência dos problemas e da revindicações dos moradores.
“Na segunda ou terça-feira (20 e 21) o prefeito Thales Gabriel irá atender uma comissão de moradores do condomínio para saber o que ele pode fazer para ajudar vocês. Iremos levar a ele as revindicações dos moradores para que uma atitude possa ser tomada”, finaliza o chefe de cerimônia da prefeitura de nome Carlos.
Fonte:A Gazeta RM

Comentários

Postar um comentário