Pular para o conteúdo principal

Estelionatário aplica golpes em torno de R$ 20 milhões


A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) investiga um golpe que já ultrapassa R$ 20 milhões em gados, cavalos e propriedades em Cruzeiro e nas regiões do Vale do Paraíba, Sul de Minas e Sul Fluminense.
Segundo informações da DIG, o responsável pelo suposto esquema seria Thiago Pernes Toscano, de 32 anos, natural de Barra do Piraí no Rio de Janeiro.
Em aproximadamente seis meses, dezenas de empresários e pessoas foram vítimas de estelionato* sob a compra e venda de gados e propriedades.
Empresários argumentam que Thiago se passou por empresário e começou a criar um certo nome no segmento pecuarista. Devido a articulação do homem, pessoas foram feitas de vítimas através de cheques sem fundo de uma empresa aberta para ser utilizada no esquema como “laranja”.
*   – falsa concepção de algo com o intuito de obter vantagem ilícita para si ou para outros.
O esquema
Thiago teria utilizado o nome de uma mulher, moradora da cidade de Lavrinhas, para abrir uma empresa e negociar os animais na região. Através do nome da vítima, o mesmo conseguia notas fiscais e empréstimos em inúmeras cidades. Além da entidade, Thiago se envolveu com nomes importantes para se beneficiar nas negociações de animais.
A partir do envolvimento com os empresários e a com a empresa aberta, Thiago comprava cabeças de gado de pecuaristas e parcelava com cheques sem fundo, sob a garantia dos nomes envolvidos. Além da compra com os talões de cheque, Pernes também se aproveitava do nome de outras pessoas para negociar animais, o que mantinha o negócio e o giro de dinheiro. Todas as cabeças eram encaminhadas para frigoríficos de outras localidades e o suposto golpista recebia o dinheiro à vista dos matadouros, porém não repassava aos fornecedores.
Com a instituição aberta, Thiago se aproveitava de eventos para demonstrar a capacidade dos animais e também do poder de investimento na área. “Ele chegou com éguas e cavalos de milhões de reais. Uma égua que vi com os próprios olhos custava mais de R$ 600 mil. Além das caminhonetes, carros de luxos e trailers automáticos. Era coisa de cinema. Ele queria construir até um haras em Cruzeiro”, comentou uma das vítimas que presenciou o suposto golpista em uma prova de tambor na cidade de Cruzeiro, tendo prejuízo de R$ 80 mil. Pessoas argumentam que o indivíduo chegou a demonstrar cerca de 43 cavalos ao todo em eventos.

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) investiga um golpe que já ultrapassa R$ 20 milhões em gados, cavalos e propriedades em Cruzeiro e nas regiões do Vale do Paraíba, Sul de Minas e Sul Fluminense.
Segundo informações da DIG, o responsável pelo suposto esquema seria Thiago Pernes Toscano, de 32 anos, natural de Barra do Piraí no Rio de Janeiro.
Em aproximadamente seis meses, dezenas de empresários e pessoas foram vítimas de estelionato* sob a compra e venda de gados e propriedades.
Vítimas relatam o golpe na rede social
Empresários argumentam que Thiago se passou por empresário e começou a criar um certo nome no segmento pecuarista. Devido a articulação do homem, pessoas foram feitas de vítimas através de cheques sem fundo de uma empresa aberta para ser utilizada no esquema como “laranja”.
*   – falsa concepção de algo com o intuito de obter vantagem ilícita para si ou para outros.
O esquema
Thiago teria utilizado o nome de uma mulher, moradora da cidade de Lavrinhas, para abrir uma empresa e negociar os animais na região. Através do nome da vítima, o mesmo conseguia notas fiscais e empréstimos em inúmeras cidades. Além da entidade, Thiago se envolveu com nomes importantes para se beneficiar nas negociações de animais.
A partir do envolvimento com os empresários e a com a empresa aberta, Thiago comprava cabeças de gado de pecuaristas e parcelava com cheques sem fundo, sob a garantia dos nomes envolvidos. Além da compra com os talões de cheque, Pernes também se aproveitava do nome de outras pessoas para negociar animais, o que mantinha o negócio e o giro de dinheiro. Todas as cabeças eram encaminhadas para frigoríficos de outras localidades e o suposto golpista recebia o dinheiro à vista dos matadouros, porém não repassava aos fornecedores.
Com a instituição aberta, Thiago se aproveitava de eventos para demonstrar a capacidade dos animais e também do poder de investimento na área. “Ele chegou com éguas e cavalos de milhões de reais. Uma égua que vi com os próprios olhos custava mais de R$ 600 mil. Além das caminhonetes, carros de luxos e trailers automáticos. Era coisa de cinema. Ele queria construir até um haras em Cruzeiro”, comentou uma das vítimas que presenciou o suposto golpista em uma prova de tambor na cidade de Cruzeiro, tendo prejuízo de R$ 80 mil. Pessoas argumentam que o indivíduo chegou a demonstrar cerca de 43 cavalos ao todo em eventos.
Os animais que geralmente eram colocados nas feiras e competições pertenciam ao haras. “O que ele fazia: comprava, dava a entrada em dinheiro e parcelava o resto. Só que ninguém recebia este resto. Ele chegou a pagar para algumas pessoas, para mostrar o poder e dinheiro que tinha”, ratificou um criador que vendeu cerca de 540 cabeças de gado no valor de R$ 700 mil e recebeu apenas uma parcela. O restante estava em cheques sem fundos. O último contato da vítima com Toscano foi no mês de dezembro de 2016.
A empresa TBS Empreendimentos Agrícolas (que supostamente também era de Thiago) era responsável pela realização de eventos e exposição dos animais. Os cavalos que estavam à mostra eram comprados em leilões e haras através de financiamento. “Ele comprou uma égua por R$1 milhão em um haras no Paraná, mas teve que devolver porque pagou apenas R$ 700 mil. Ela não chegou a vir para Cruzeiro por falta do restante do dinheiro”, disse uma das vítimas.
Antes, a arroba (quantidade de carne) era vendida por cerca de R$ 130,00 na região. Com o esquema, os 15 quilos começaram a serem vendidos por R$ 150,00. Sendo assim, Thiago comprava quase todas as cabeças de gado disponíveis na região e encaminhava para fora de Cruzeiro, onde seriam abatidas.
Outra vítima teria recebido três cheques, cada um no valor de R$ 1 milhão, e não recebeu nenhum dinheiro nas datas de vencimentos. No entanto, a reportagem tentou contato para obter informações sobre o caso e não conseguiu até o momento.
O valor de R$ 20 milhões, informado pela Polícia Civil, não é exato, pois a cada investigação e testemunho o número de envolvidos aumenta e o prejuízo também. Sendo assim, é muito cedo para se chegar em um valor completo do golpe.
*Segundo informações de fontes que foram alvos de Thiago, o mesmo é interditado pela sua mãe, isto é, ele seria incapacitado e não conseguiria aplicar os golpes citados e assinar documentos, mediante os problemas mentais que ele apresenta. A interdição é oficial no âmbito judicial, no entanto, as vítimas afirmam que ele não demonstra nenhum descontrole, pelo contrário: alegam que o mesmo é muito inteligente e articulado, devido à proporção do esquema e dos prejuízos causados. O Portal Mix Vale entrou em contato com a mãe do indivíduo e a mesma argumentou que não tem o que falar a respeito do caso. No telefone do suspeito ninguém atende. O paradeiro dele não foi informado e nenhuma vítima teve resposta até o momento.
A Polícia Civil investiga todas as circunstâncias e os destinos dos animais envolvidos. As vítimas estão sendo ouvidas pelos investigadores civis e os dados levantados.
Repercussão na rede social
A página no Facebook da TBS Empreendimentos foi excluída recentemente. No entanto, a conta no Instagram continua ativa. Na rede social, diversas vítimas comentaram sobre o golpe em Cruzeiro e os prejuízos.
Em um dos comentários, um homem disse ter sido vítima de Thiago há 10 anos com o mesmo golpe. No trecho destacado na imagem, o cidadão se revolta ao perceber que, novamente, Thiago estaria aplicando novos golpes em outras pessoas.
Na justiça, diversos processos sobre estelionato estão em andamentos cujo o nome de Pernes aparece como réu.
Os nomes das vítimas foram preservados para que não haja futuras ameaças. Entramos em contato com a TDS Empreendimentos Agrícolas citada acima e não tivemos nenhum posicionamento.
Outras pessoas envolvidas não quiseram se posicionar a respeito da reportagem e aguardam o esclarecimento dos fatos mediante a justiça.
Fonte:MixVale

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Após três meses de atraso, conjunto habitacional de Cruzeiro tem previsão de entrega em janeiro

*Andreah Martins Cruzeiro
Mesmo com manifestações e conversas entre moradores e administração, as famílias do conjunto habitacional Colinas da Mantiqueira 1 e 2 não iniciaram o ano de casa nova. A entrega, que estava prevista para outubro do ano passado, sofreu problemas burocráticos que retardaram a liberação dos apartamentos. A nova data tem previsão para a última quinzena deste mês. Em entrevista ao Jornal Atos, o prefeito Thales Gabriel (SD) contou que os adiamentos foram resultados de informações recebidas pela empreiteira. “A Prefeitura nunca se posicionou sobre data de entrega sem uma orientação por parte da construtora. Nos deparamos com regularizações formais a serem feitas na obra pela construtora, junto ao banco e ao cartório”. O principal obstáculo que impede a entrega é a documentação para iniciar as assinaturas. “Existia um problema de matrículas e a gente entrou de forma direta para poder ajudar. A não individualização das matrículas interferiu na confecção dos contratos”. O …

8 de Março: Dia Internacional da Mulher

Parabéns para você mulher que a cada dia muda a realidade em todos os cantos do mundo. Seja através de um sorriso, através de um olhar, através de filho, não importa a ação, qualquer coisa que você faça mudará constantemente o mundo ao redor de todos e deixar mais puro e simples para felicidade. Saiba um pouco mais do Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março. As histórias que remetem à criação do Dia Internacional da Mulher alimentam o imaginário de que a data teria surgido a partir de um incêndio em uma fábrica têxtil de Nova York em 1911, quando cerca de 130 operárias morreram carbonizadas. Sem dúvida, o incidente ocorrido em 25 de março daquele ano marcou a trajetória das lutas feministas ao longo do século 20, mas os eventos que levaram à criação da data são bem anteriores a este acontecimento. Desde o final do século 19, organizações femininas oriundas de movimentos operários protestavam em vários países da Europa e nos Estados Unidos. As jornadas de trabalho de apr…

Cruzeirense brilha é responsável por pinturas em aviões da Embraer

O artista plástico Clodoaldo Quintana, nascido na cidade de Cruzeiro e que reside em São José dos Campos há mais de10 anos, é especialista em desenho com lápis grafite e o mais interessante é que utiliza apenas dois lápis, o HB e o 5B, com retratos que parecem reais de tão perfeitos, pois consegue captar e passar para o papel exatamente como está na foto.
Clodoaldo é um artista cuidadoso em cada traço e de uma paciência invejável, com o desenho feito direto na tela. Clodoaldo é de família conhecida e tradicional do bairro Km4 em Cruzeiro, onde seus familiares são admirados pelos moradores daquela localidade. Artista premiado em quatro concursos do Salão de Artes da Embraer, pela perfeição e originalidade e com slogan: transforme sua foto em arte. Por esse motivo a Câmara Municipal de Cruzeiro deferiu ao artista um voto  de aplauso por seu trabalho em aeronave da Embraer. O voto foi dado pelo presidente da Casa de Leis, vereador Charles Fernandes, o qual admira o trabalho do artista plásti…

Visitas