Pastor ocupa terreno público e divide com fiéis em Cruzeiro

Durante o sábado (18/03), um pastor ocupou um terreno da Prefeitura Municipal de Cruzeiro na Vila Romana e dividiu com fiéis que ajudaram a construir a cerca.
O caso aconteceu na Rua Tremembé nesta tarde. Segundo moradores, o pastor começou a construir a cerca no local e argumentou que havia ganhado da Prefeitura Municipal. “Ele não mostrou nenhum documento e ainda deu algumas partes para quem o ajudou. Agora está tudo cercado aqui e não tem nenhuma legalidade nisso”, disse o vizinho indignado.

A atitude do homem gerou polêmica visto que o lugar é de propriedade do município e também está abandonado. “Seria bom mesmo uma entidade aqui, mas tem que ser tudo dentro da lei, se não vira bagunça”, disse uma senhora que foi ofendida pelo religioso e mora mais de 30 anos na localidade.
A Guarda Civil Municipal foi até o local para a preservação do espaço público. A Polícia Militar também se deslocou para a ocorrência visto a quantidade de cruzeirenses que estavam discutindo a questão e para manter a ordem.
A ocupação foi inteiramente ilegal, pois não existia nenhum documento da Prefeitura Municipal ou algum projeto de Lei na Câmara Municipal, para a legalidade do ato.
Fonte:MixVale

Comentários