Amsted Maxion paga mais de R$ 3 milhões para funcionários por meio do PRO

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Cruzeiro, Jumar Batista da Silva, diretores e comissão eleita para negociar o PRO – Participação nos Resultados Operacionais – da empresa metalúrgica AmstedMaxion de Cruzeiro realizaram uma assembleia com os trabalhadores para a aprovação do valor a ser pago em 2017. E, com 99%, foi aprovado o PRO 2017 que injetará na economia de Cruzeiro e região mais de 3 milhões a ser pago aos mais de mil trabalhadores.

A primeira parcela já será creditada na conta dos metalúrgicos nesta segunda-feira, dia 12. O valor a ser pago é R$ 3.500,00. Já o restante do valor, R$ 500,00 será pago em 31 de janeiro de 2018.
“Apesar de estarmos acostumados com pagamentos mais altos, nos últimos anos encontramos dificuldades em manter ou buscar outros valores devido ao momento delicado e, com a crise tivemos que dar um passo para trás e reduzir o valor, entretanto conseguimos manter o emprego. Mas, temos a expectativa do mercado aquecer ainda este ano e, para o pagamento do próximo benefício, com certeza vamos buscar um valor maior”, explicou o presidente do Sindicato.
Durante a negociação entre empresa, sindicato e trabalhadores, ficou acordado também que a segunda parcela poderá ser acrescida de 2% sobre o que ultrapassar o faturamento de 260 milhões, já que a expectativa é de uma arrecadação em torno de 290 milhões.
“Caso isso ocorra e vamos trabalhar para isso, o metalúrgico receberá mais R$ 600,00 na segunda parcela, o que totaliza um valor de R$ 1.100,00”, completou Jumar.

Comentários