Cruzeiro sai na frente mais uma vez e firma parceria para construção de 200 moradias






Fotos: Manoel Felipe Martins/Prefeitura de Cruzeiro


A Caixa Econômica Federal firmou a contratação de 200 unidades do Condomínio Residencial Eco Vale, primeiro empreendimento do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), a ser assinado em parceria com o Programa Casa Paulista na Região Metropolitana do Vale do Paraíba. A solenidade aconteceu na manhã desta última segunda-feira, na sede da Caixa em Cruzeiro. Além das autoridades municipais, estiveram presentes também na solenidade o superintendente da Caixa, Julio César Voupp Sierra, o Secretário Adjunto de Estado da Habitação, Eng. Marcos Rodrigues Penido e o representante da Construtora Total Engenharia, empresa que será a responsável pela obra.

O empreendimento será destinado às famílias com renda de até R$1,6 mil (Faixa I). O valor total do investimento é superior a R$13,2 milhões, sendo R$ 11,4 do governo federal e R$ 1,8 do governo estadual. “Nós vamos atender as famílias com renda de até R$1,6 mil que têm dificuldade de adquirir a casa própria”, explicou Sierra.
Trata-se de um convênio firmado entre o governo Federal e o governo do estado de São Paulo que visa estimular e dar mais efetividade a construção de moradias do PMCMV na capital e regiões metropolitanas do estado.

O custo médio das unidades do Residencial Eco Vale é de R$ 66,1 mil. Pelas regras do acordo, o governo de federal vai aportar R$ 57 mil e o governo de São Paulo, R$ 9.144,00 no valor de cada unidade habitacional, a ser construída no âmbito do PMCMV.

 O superintendente da Caixa fez questão de ressaltar que as casas já começarão a ser construídas, atendendo o cronograma. “Assinado o contrato aqui hoje, vamos iniciar imediatamente a construção das moradias e atender o cronograma que deve se estender por aproximadamente por 16 a 18 meses. Ao final desse processo iniciamos com a prefeitura a seleção das famílias para entrega das chaves”, explicou.

Localizado no Distrito Industrial II, o empreendimento será constituído por 13 blocos de quatro andares, com apartamentos de 49,9 m², distribuídos em 2 quartos, sala, cozinha, banheiro e sala de serviço. Além disso, o condomínio oferece quadra poliesportiva, salão de festas, área de lazer e playground.

Para o secretário Adjunto de Estado da Habitação, Eng. Marcos Rodrigues Penido, a habitação não significa apenas moradia, mas também beneficia diversas outras áreas, como geração de emprego e renda, saúde e qualidade de vida. “Habitação é um tema apaixonante porque estamos realizando o sonho da família de ter sua casa própria. Além disso, estamos aquecendo o mercado da construção civil, gerando emprego e melhorando a qualidade de vida da população, que vai ter um local mais adequado para morar, muitas vezes, saindo das áreas de risco”, frisou.

Penido que também é cruzeirense fez questão de destacar o empenho do Governo Municipal para conseguir mais esse empreendimento. “O poder público tem que estar comprometido com a população, e isso a gente encontra em Cruzeiro”, finalizou.

O residencial reserva ainda imóveis para pessoas com necessidades especiais. São cinco unidades no condomínio, que possuem maior área construída para possibilitar o giro de 360º da cadeira de rodas, em todos os cômodos, além de portas e janelas adaptadas. Atendendo às exigências de qualidade do PMCMV, o condomínio possui infraestrutura completa, com pavimentação, redes de água e esgotamento, drenagem,  energia elétrica, entre outros.

Comentários