Por intercessão de Pollyana, duas obras em Cruzeiro serão concluídas


Duas obras na cidade de Cruzeiro, na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, estavam paradas. Em virtude dessa situação, a deputada federal Pollyana Gama (PPS) enviou ofício ao ministro da Educação, Mendonça Filho, solicitando a sua intervenção para que a população não fosse prejudicada com a obra parada. Além do documento, a parlamentar fez várias gestões junto ao Ministério para mostrar a urgência na continuidade das obras.
A deputada também fez tratativas junto ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), ação necessária para que “pudéssemos chegar a autorização pleiteada e necessária da prorrogação dos prazos a conclusão das obras”, explicou.

Pollyana destacou a “compreensão” por parte do ministro da Educação.
“Agora é acompanhar junto com o prefeito Thales Gabriel (SD), que tem se empenhado conosco visando a finalização da construção e a população ser atendida como merece”, explicou a parlamentar.

No ofício enviado ao Ministério da Educação, Pollyana mostrava a necessidade de prorrogação das obras em Cruzeiro, quais sejam a construção da escola Infantil tipo C e cobertura da quadra escolar.

O prejuízo para Cruzeiro seria enorme, aproximadamente R$ 1 milhão e, em caso de não prorrogação do contrato, o município teria que devolver os valores das obras.

O chefe de gabinete da Prefeitura de Cruzeiro, Khaled Penna Valle, agradeceu à deputada Pollyana, em nome do prefeito, pela atenção dispensada à demanda apresentada junto ao Ministério da Educação.“Logramos êxito no pleito”, concluiu Khaled.

Ofício

No documento que enviou ao Ministério, Polllyana mostrou a necessidade do apoio na prorrogação para a conclusão das duas obras, porque estavam sendo inviabilizadas pelo Simec (Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle do Ministério da Educação). Este
sistema verifica o andamento das obras nas cidades do país, sendo alimentado pelos municípios.

A deputada Pollyana esclareceu ao ministro Mendonça Filho que a Prefeitura necessitava muito dos contratos para terminar as construções, “dando assim o devido atendimento à população, que tanto necessita dessas obras educacionais”.

Obras

As execuções de duas obras terão continuidade. A construção de escola de educação infantil, na Vila Romana, já estava com 85,87% de execução, com valor já pago de R$ 531.406,56.

Na Vila Pontilhão, a cobertura da quadra escolar estava com 75,63% já executada, no valor de R$ 129.499,01.

Comentários